O Bebé aos 2 anos |Planeamento Motor|

O Bebé aos 2 anos |Planeamento Motor|

“Socorro! Alguém que o pare!”

“Como é que uma coisinha tão pequena pode ter tanta energia?!”

Bebés de 2 anos já não parecem assim tão bebés certo? Esta idade é a demosntração das capacidades exploratórias por excelência e consequentemente uma idade ótima para exploração e aprendizagem! A sua criança está agora ávida de conhecimento e nada a vai parar de descobrir o mundo à sua volta. Como já anda e o seu equilíbrio melhora de dia para dia, começa a ser impossível mantê-la na mesma divisão da casa por mais do que breves minutos (a não ser que estejam a fazer asneira certo?) 😉 e o facto de se conseguir manter em pé vai permitir-lhe ampliar o seu campo de visão e – lá está – o seu campo de atuação. Na posição de pé o corpo da criança consegue deslocar-se mais rápido, as mãos estão livres para interagir com os objetos e os seus olhos vêm mais alto e mais longe. Tudo isto… misturado com as capacidades de planeamento motor em pleno desenvolvimento! Ou seja, a receita perfeita para um fim de semana cheio de aventuras… 😉

Recordemos os últimos meses da vida da sua criança:
  • Aperfeiçoou o andar e agora anda de forma independente e raramente cai;
  • É capaz de fazer agachamento para apanhar um brinquedo;
  • Empilha dois objetos ou blocos;
  • Começou a dar uma ajuda ao vestir/despir (p.ex. estica o pé ou o braço);
  • Tem um horário de sono regular (cc de 13 horas entre sesta diurna e sono noturno);
  • Come uma variedade crescente de alimentos;

À medida que seu filho se aproxima de dois anos de idade, ele continua a desenvolver habilidades sociais, coordenação, rotinas, auto-expressão e muito mais.

Coordenação
  • É frequentemente vê-la a alternar entre várias posições (por exemplo, rastejar, subir, cruzar e andar) para explorar e obter objetos desejáveis;
  • Apresenta movimentos cada vez mais coordenados, necessários para jogar e explorar;
  • Começa a andar com um apoio maior da planta do pé em vez de andar tanto em bicos de pés;
  • Tem resistência e força suficientes para brincar nos parques e mantém o equilíbrio quando é suavemente empurrado (por exemplo para subir para o escorrega);
  • É capaz de jogar e tentar apanhar a bola o chão sem perder o equilíbrio;
  • Usa as mãos para ajudar a mover-se de uma posição para outra, trepa mais vezes e em coisas mais altas e difíceis;
  • Usa ambas as mãos para brincar e explorar brinquedos;
Atividades diárias
  • Aproveita e diverte-se imenso  no tempo do banho;
  • É capaz de se manter calma em passeios de carro quando não está cansada ou com fome;
  • Normalmente, tolera alterações na fralda sem chorar;
  • Não tem medo de inclinar a cabeça para trás quando se move de sentado para trás;
  • É capaz de usar a ponta dos dedos (em pinça) para pegar pequenos objetos, como pequenos pedaços de comida;
  • É capaz de comer uma variedade crescente de alimentos;
  • Tem uma programação de sono estabelecida;
  • É geralmente capaz de se auto-acalmar para adormecer;
  • É capaz de tolerar e usar novas e variadas texturas na roupa;
Jogo e habilidades sociais
  • Vira a cabeça em resposta quando é chamado pelo nome;
  • É capaz de participar em pequenos grupos com outras crianças;
  • Está interessado, consciente e capaz de manter contato visual com os outros;
  • É capaz de participar em situações sociais após um período de transição;
  • Aponta para objetos do seu interesse;
  • É capaz de localizar os objetos para os quais você aponta;
  • Explora ambientes variados, como um novo parque infantil;
  • Aprecia baloiços e gosta e de ser balançado e atirado gentilmente ao ar;
  • Gosta de brincar com brinquedos novos de maneiras variadas;
  • Normalmente brinca com brinquedos sem falar com eles;
  • Gosta de brincar com uma variedade de brinquedos e texturas;
  • Gosta de brincar com brinquedos que dão música;
  • Gosta de se sentar para olhar ou ouvir um livro;
Auto-Regulação
  • É geralmente feliz quando não está com fome ou cansado;
  • É capaz de se acalmar com experiências como balanço ou toque suave;
  • Acostumou-se aos sons do dia-a-dia e geralmente não é surpreendido por eles;
  • Tem uma programação de sono estabelecida e confiável;
  • Não requer uma rotina excessiva para acalmar;
  • É capaz de desfrutar de uma grande variedade de toque, ruído e odores;
  • Gritos e avisos quando ferido
  • É capaz de auto-suavizar quando chateado;
  • Aprecia várias texturas, como relva ou areia após exposições múltiplas;
  • É capaz de fazer a transição para um novo ambiente ou atividade;
  • É capaz de ficar longe dos pais quando com pessoas de apoio e familiares;
Retirado e adaptado de: https://pathways.org/

Em que é que vai trabalhar hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *