Confirma-se: Cérebro de crianças com Hiperatividade é diferente!

Confirma-se: Cérebro de crianças com Hiperatividade é diferente!

Segundo um recente estudo, a estrutura cerebral de crianças com Perturabação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) é diferente da das crianças com desenvolvimento típico, como é claramente visível em ressonâncias magnéticas.

Este estudo é particularmente importante pois assume-se como o maior estudo de neuroimagem realizado até à data, tendo participado 1713 jovens com PHDA. Nele, os investigadores encontraram 5 regiões do cérebro ligeiramente mais pequenas em crianças com PHDA relativamente a crianças que não apresentam a perturbação.

O Professor Martine Hoogman, PhD, do Centro Médico da Universidade Radboud na Holanda refere que este estudo pretende “reduzir o estigma e a ideia de que a Hiperatividade é “apenas um rótulo” de criança difícil ou que é causada por uma má educação parental”. Segundo o investigador, “esse não é, de todo, o caso e esperamos que este trabalho seja uma contribuição para uma melhor compreensão desta desordem”.

O artigo foi lançado a 15 de Fevereiro de 2017 e pode ser encontrado online aqui: Subcortical brain volume differences in participants with attention deficit hyperactivity disorder in children and adults: a cross-sectional mega-analysis. 

Estes novos resultados enquadram a Hiperatividade dentro de uma desordem neurológica e não comportamental como muitas vezes pais e professores são levados a contemplar. Apontam para uma necessidade de contenção e maior ponderação na prescrição de medicação e indiretamente dão importância à importância de intervenção não farmacológica que permita criar mudanças cerebrais e não apenas “disfarçar” os défices que surgem com esta condição.

Em que é que vai trabalhar hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *