Identificação Precoce do Autismo

Identificação Precoce do Autismo

O mais recente relatório do CDC (Center for Disease Control and Prevention) mostra que é necessário fazer mais e melhor trabalho no sentido de identificar crianças com Perturbações do Espectro do Autismo (PÉA) em idade mais precoce e ajuda-las a terem acesso a serviços de intervenção precoce.

Os resultados do relatório incluem referem que:

– Menos de metade das crianças identificadas com PEA receberam os seus diagnósticos pela altura em que faziam quatro anos de idade.

– Embora preocupações acerca do seu desenvolvimento tenham sido notadas nos registos de Saúde de 85% de crianças com autismo, pela altura dos três anos, apenas 42% receberam uma avaliação compreensiva de desenvolvimento nessa idade. Isto demonstra a importância de vigilância e despiste para autismo e marcação para futura avaliação tal como é recomendado pela Academia Americana de Pediatria (AAP).

Os profissionais de saúde desempenham um papel crítico na identificação de crianças com autismo tão cedo quanto possível para que se possa assegurar tratamento apropriado em tempo útil.

A AAP recomenda vigilância do desenvolvimento a cada visita ao médico de família, um despiste desenvolvimento aos 9,18 e 24 meses e o despiste específico para o autismo aos 18 e 24 meses para identificação de crianças com autismo e/ou outros problemas de desenvolvimento.

A vigilância envolve ouvir as preocupações dos pais, registar a história de desenvolvimento, observar a criança, identificar forças, riscos e fatores protetivos, documentar resultados e comunicar os resultados e preocupações aos pais e outros profissionais de saúde. O despiste é feito usando uma ferramenta estandardizada, tipicamente completar pelos pais necessidades específicas recomendadas pela AAP e sempre que pais ou profissionais de saúde e educação mostrarem preocupação.

Vigilância e despiste complementam-se mutuamente e quando feitos em conjunto podem aumentar a identificação de crianças com autismo e outros problemas de desenvolvimento.

Se a vigilância e o despiste indicarem preocupações ou suspeitas de autismo, a criança deverá ser simultaneamente encaminhada para:

1. Uma avaliação mais compreensiva por um especialista

2. Serviço de intervenção precoce forma que a criança possa começar a receber serviços enquanto esperam por avaliação mais e pormenorizada.

>>>Descarregue GRÁTIS o Guia para Desfralde de Crianças com Autismo

Retirado de: https://www.medscape.com/viewarticle/908580?src=rss

Foto: rawpixel

Em que é que vai trabalhar hoje?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *