Como ajudar a sua criança a tocar em diferentes texturas

Como ajudar a sua criança a tocar em diferentes texturas

O sistema tátil fornece ao cérebro informações sobre o toque leve, a dor, a temperatura e a pressão e até a vibração. É um sistema extremamente complexo e muito importante para o nosso dia-a-dia, principalmente se pensarmos que é o maior sistema sensorial do nosso corpo e que está envolvido em tudo o que fazemos desde agarrar um objeto até à alimentação.

Quando uma criança apresenta problemas ao nível do processamento tátil, elas podem apresentar uma diminuição da capacidade de discriminação tátil ou podem ser hipersensíveis aos estímulos táteis.

Na escola, muitas salas de aula apresentam atividades táteis para as crianças se envolverem a explorar novas consistências: fornecem caixas sensoriais com feijões, arroz, gelatina…. Pintam com os dedos… entre outros! Algumas crianças adoram, outras odeiam!

Obviamente que maior ou menor interesse numa atividade per si não é um problema! E podemos dizer que não gostar de se sujar, ou experimentar diferentes texturas, seja um problema grave. Contudo começa a ser mais preocupante quando esse probelma se alastra para a alimentação e as crianças deixam de comer por problemas táteis realcionados com as texturas.  

Qual a solução? 

Ajudar a sua criança a progredir nas diferentes texturas que já tolera tocar, de forma gradual e sem forçar o toque. ATENÇÃO: NUNCA forçar o toque (ou alimentação só para que conste)!

Para ajudar a sua criança a diversificar o leque de texturas que consegue tolerar experimente seguir a seguinte progressão:

progressão texturas.png

Comece com materiais secos, mais fáceis de tolerar, como:

  • Feijões secos
  • Pedrinhas
  • Restos de tecido de papel desfiado
  • Massa crua e seca
  • Arroz cru e seco

Gradualmente, passe para materiais húmidos mas que não colem nas mãos, como:

  • Plasticina
  • Areia mágica/cinética
  • Massa cozida
  • Gelo moído

E finalmente, sem forçar comece a introduzir materiais húmidos que sujem e fiquem agarrados às mãos. Se necessário comece por usar luvas, pincéis e outros utensilios para que a sua criança consiga mais facilmente brincar com eles de forma prazerosa!

  • Digitintas
  • Bananas
  • Creme de barbear/chantili
  • Iogurte
  • Gelatina

Atenção! Este post pretende apenas ajudar a identificar algumas atividades que podem ajudar a sua criança. Se desconfia que a sua criança tem um problema com a tolerância de texturas por favor consulte um Terapeuta Ocupacional para que este o possa ajudar a perceber de forma compreensiva a sua criança!

Quadro-progressão-texturas-materiais.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *